Durante períodos de crise, as empresas precisam se reinventar para continuarem com as portas abertas. Nesse cenário, profissionais capacitados são essenciais para tomadas de decisão estratégicas, com melhor uso dos recursos do negócio e do capital humano. Por isso, se você deseja crescer na carreira, mesmo em tempos difíceis, considere aprender a programar.

Afinal, em qualquer área de um negócio, a afinidade com a tecnologia é necessária para compreender as tendências do mercado e usar o melhor da inovação. Em especial no time de TI da empresa, vale saber programar mesmo quando sua função não é especificamente essa. Assim, consegue ajudar em escolhas e dúvidas de seus colegas ou liderados.

Se é seu interesse investir na carreira e aprender a programar ainda este mês, siga a leitura deste artigo!

1. Escolha uma linguagem

Entre as principais carreiras de TI, algo que os profissionais de sucesso têm em comum é o conhecimento de linguagens de programação e suas aplicações. Vale lembrar que elas passam por atualizações constantes e, com o tempo, se tornam defasadas. De toda forma, é interessante escolher aquela com que mais se identifica para virar um especialista.

São algumas das opções em destaque no mercado:

  • Python;
  • C#;
  • Ruby;
  • Java;
  • JavaScript;
  • CSS;
  • PHP;
  • Swift.

2. Seja curioso

Aprender a programar pode ser bem mais simples quando você desenvolve um espírito autodidata, pesquisando informações e dicas de profissionais experientes. Seja por meio de vídeos, fóruns de debate ou apostilas online, é possível entender o básico e dar os primeiros passos no desenvolvimento de algumas linhas de código.

A curiosidade é uma competência importante para que você se torne um profissional mais completo. De aprender sozinho em casa a investigar problemas a fundo no ambiente de trabalho, essas são atitudes que só agregam à sua carreira.

3. Tenha persistência

Às vezes, parecerá difícil entender diferentes linguagens de programação, suas diferenças e aplicações. Porém, é importante não desistir e insistir na prática para dominar essa competência. A persistência é outra das habilidades essenciais para profissionais estratégicos e indispensáveis no mercado.

4. Crie uma rotina de estudos

No início do aprendizado, é comum ter entusiasmo dobrado para aprender a programar. Com o tempo, pode ser que o cansaço do trabalho influencie esse ânimo. É por essa razão que você deve adotar uma rotina de estudos, tornando essa prática um verdadeiro hábito.

O ideal é listar os tópicos a serem revisados, os horários disponíveis e, então, combinar esses fatores. Se puder, invista ao menos 30 minutos de seu dia para a prática — se quiser aprender mais rápido, separe um tempo maior.

5. Matricule-se em um curso online

Por fim, esta talvez seja a dica mais importante. Ainda que aprender a programar sozinho seja relevante, ter apoio profissional para solucionar dúvidas e otimizar seus estudos é essencial. Nesse sentido, você pode contar com a Escola de Tecnologia da HSM University.

A HSM University Code School foi criada por profissionais de renome no mercado e aplica uma metodologia que integra o estudante na diversão, no diálogo e em desafios. Por meio da gamificação, o aprendizado da programação se torna atrativo e direcionado. São alguns dos conhecimentos adquiridos:

  • lógica de programação e OO;
  • HTML+CSS/Sass;
  • JavaScript;
  • Angular;
  • WebServices Client;
  • noções de UX Design;
  • Data Analysis;
  • Machine Learning.

Aprender a programar não é impossível. Como vimos, é preciso depositar uma boa dose de interesse e dedicação, sem deixar de estudar as tendências e desafios da tecnologia. Para potencializar o seu aprendizado, conte com a parceria da HSM University. Temos ofertas em cursos para diferentes necessidades — e um deles será o que você precisa.

Se quiser conhecer mais sobre os cursos, entre em contato conosco! O seu sucesso profissional o aguarda.

Quero indicar um amigo