Você sabe o que é capital humano? Uma empresa que se preocupa com a retenção de seus talentos e com a inovação deve ser capaz de fazer uma gestão eficiente para que os profissionais tenham as melhores experiências e conhecimentos na execução de suas atividades.

Neste texto, você entenderá o que é capital humano, bem como a sua importância para a instituição. Quer saber de tudo isso? Então, veja agora como conseguir os melhores resultados. Boa leitura!

O que é capital humano?

É comum que, ao pensar em capital humano, as pessoas pensem em aspectos econômicos. Entretanto, o termo remete ao potencial que a empresa tem disponível, como:

  • os conhecimentos;
  • as experiências;
  • as habilidades.

Todas essas características dos colaboradores podem ser usadas para impulsionar os resultados e trazer maior ganho financeiro.

Ainda que muitas pessoas resumam isso aos membros que fazem parte da instituição, ele deve ser compreendido de maneira mais ampla, agregando:

  • as estratégias empresariais;
  • os diferenciais criativos;
  • as inovações e os conhecimentos.

É comum que o termo seja confundido com o capital intelectual, que consiste na soma do capital interno (conceitos, processos, modelos e sistemas), capital externo (conjunto de relações com clientes, marcas, fornecedores, bem como a reputação institucional) e o capital humano. Ou seja, o capital humano faz parte do Intelectual de uma empresa.

Qual é a importância da gestão do capital humano dentro das organizações?

A área de Recursos Humanos passou a ser estratégica para as principais empresas, já que ela é responsável por identificar, adquirir, motivar e manter os melhores talentos disponíveis. Além disso, também é ela que proporciona as melhores oportunidades para que os colaboradores tenham o aprendizado que possa contribuir para o desenvolvimento das habilidades e capacidades necessárias.

A gestão começa quando as necessidades dos profissionais são entendidas corretamente. Antes, era comum que as pessoas desejassem ter um único emprego para toda a vida e sustentassem isso como um troféu. Entretanto, as pessoas atualmente querem ter mais experiências e desenvolver habilidades diversas. Com isso, a empresa atual é apenas uma possibilidade, não a única.

As empresas também mudaram as exigências para os colaboradores. Não basta apenas realizar as tarefas no tempo determinado. É essencial ter espírito crítico, propor novas formas de realizar o mesmo trabalho e ser ousado.

Veja agora, na prática, como é importante a gestão do capital humano dentro das organizações.

Retenção de talentos

Quando os talentos e as experiências dos colaboradores são valorizados, eles tendem a ter menos motivos para querer buscar novas oportunidades de mercado. Com a proposta de novas experiências que possam agregar ao conhecimento e às habilidades deles, ficará claro que a empresa se importa com os seus colaboradores e busca o melhor para eles.

Promoção da cultura organizacional

A cultura organizacional é uma forma importante para que a empresa venda os seus valores para os clientes e toda sociedade. Para tanto, todos os colaboradores, desde os líderes, devem defender os mesmos ideais. Isso só é possível com uma gestão de capital humano clara para que os melhores talentos sejam escolhidos e capacitados para representar a equipe.

Aumento no engajamento

Com isso, a tendência é que os profissionais sejam cada vez mais engajados com as necessidades empresariais, uma vez que estão identificados com os pontos defendidos pela instituição. Dessa forma, as chances de que a produtividade do negócio cresça é grande. Principalmente quando a importância do feedback é bem compreendida na empresa.

Agora que você sabe como o capital humano é importante para a instituição, tente entender o que pode ser feito para que a empresa se importe ainda mais com os colaboradores, aumentando as retenções e o engajamento dos colaboradores. Para isso, é necessário se capacitar constantemente.

Quer receber mais dicas? Então, siga-nos agora mesmo nas redes sociais. Estamos no Facebook, LinkedIn e Twitter!