A transição de carreira já foi vista com bastante apreensão por muitos profissionais. Afinal, o comum era manter-se na mesma função e empresa por longos anos, como sinal de estabilidade. Mas a realidade transformou-se com o tempo, graças às novas tecnologias e seus desdobramentos.

Nesse sentido, a Tecnologia da Informação tornou-se o futuro das profissões e está abrigando profissionais de todas as áreas. Por isso, se você quer mudar de carreira e tem receio de dar esse salto, saiba que a TI oferece oportunidades constantemente.

Quer saber por que as carreiras em TI são uma excelente opção e qual a importância de buscar a capacitação? Continue a leitura!

Afinal, por que considerar uma carreira em TI?

Se você tem afinidade com tecnologia, essa carreira sempre estará com boas ofertas de emprego. Até mesmo em meio a uma crise, em que diversas empresas fazem cortes em seus quadros de funcionários, os profissionais de TI continuam sendo requisitados. Afinal, todo negócio precisa desse serviço para sobreviver.

Seja para fazer manutenções em softwares e hardwares ou para cuidar de ativos mais delicados (como a segurança de dados), as empresas necessitam de especialistas para alcançarem o sucesso.

Mas não é só isso! Se você tem domínio de outros idiomas, em especial o inglês, pode conquistar diversas oportunidades na carreira de TI no exterior. Para se ter uma ideia, muitos profissionais deixam o Brasil todos os anos para ir em busca de empregos com boas remunerações e benefícios.

Como se capacitar para ter uma boa carreira em TI?

Agora que vimos como as carreiras em TI oferecem boas oportunidades, vale lembrar que a capacitação é muito importante na conquista das melhores vagas. Veja, a seguir, o que você deve buscar nesse momento!

Procure uma graduação de excelência

O primeiro passo para dar início a uma carreira em TI é concluir uma graduação. Durante o período de estudo, os alunos têm contato com a base da programação, que será desenvolvida ao longo de toda a sua vida profissional. Além disso, isso ainda pode favorecer o currículo para conquistar a atenção dos recrutadores.

Aliás, com as inovações propostas pela transformação digital, é possível complementar os estudos da graduação com cursos online. Com isso, você consegue assimilar melhor alguns conteúdos e investir na capacitação contínua — o que é imprescindível para profissionais de TI.

Defina um perfil de atuação

Cada profissional de TI se identifica com uma linguagem de programação, o que influencia seu cargo nas organizações. Nesse cenário, há três tipos de desenvolvedor aos quais você pode escolher:

  • front end: lida com a parte visível das aplicações, aquelas com as quais podemos interagir nos navegadores e outros produtos. Geralmente, utiliza JavaScript, HTML e CSS em sua rotina;
  • back end: é quem utiliza os bancos de dados para que as aplicações, de fato, rodem. Esse profissional é responsável pelos “bastidores” do produto e costuma usar PHP, Java, C#, Ruby, entre outras;
  • full stack: quando um profissional tem afinidade com ambas as frentes, front e back end, ele se torna mais completo, podendo contribuir com qualquer uma dessas funções em um projeto.

Invista em uma pós-graduação

Tendo em mente qual desses perfis você deseja seguir, busque uma especialização na área. Uma pós-graduação de curta duração, por exemplo, oferece os conhecimentos técnicos e a atualização de que você precisa para se adequar às demandas do mercado. Isso sem falar no networking formado com profissionais de qualidade, a exemplo dos colegas de turma e professores.

Como vimos, as carreiras em TI abrem portas para quem deseja mudar de funções ou mesmo de área. O mercado de trabalho está sempre em busca de profissionais capacitados, que não têm medo de arriscar. Por isso, siga as dicas deste artigo e não deixe de se dedicar à atualização.

Gostou do conteúdo e quer seguir a transição na carreira de TI? Então, aproveite para conhecer a HSMu Code School!