Você sabe como aplicar o neuromarketing em suas estratégias de marketing digital? Neuromarketing, na realidade, é uma junção das palavras neurologia e marketing.

Assim, trata-se de um conceito que visa entender qual é a influência que determinadas ações de marketing têm no cérebro e no comportamento humano a fim de criar estratégias cada vez mais eficazes.

Se interessou pelo tema e quer aprender mais sobre neuromarketing? Então, continue a leitura deste post que vamos apresentar mais detalhes sobre o assunto. Não perca!

O que é neuromarketing?

O neuromarketing é um ramo da ciência que procura estudar e entender quais são os fatores que influenciam os consumidores na decisão de compra. Ao obter esse tipo de informação, se torna possível criar métodos e adotar técnicas que geram benefícios para as atividades do negócio.

O neuromarketing é importante porque o processo de decisão de compra, em geral, acontece no subconsciente de cada pessoa. Por isso, questionar de maneira direta se o indivíduo gostou ou não de um item pode não gerar uma resposta verdadeira.

Já ao usar os métodos dessa ciência, é possível ter acesso a um local mais profundo do cérebro humano e, assim, usando, por exemplo, a ressonância ou outras tecnologias de medição de atividade cerebral, se torna possível obter uma resposta mais precisa.

Como aplicá-lo no marketing digital?

Agora que você já sabe o que é o neuromarketing, vamos explicar como você pode aplicá-lo, na prática, em seu dia a dia. Confira!

Storytelling

O storytelling visa criar narrativas que envolvem a criatividade e não necessariamente têm relação com o produto ou serviço comercializado pela empresa.

Com isso, se torna possível ativar o lado afetivo do potencial cliente que, por sua vez, obtém identificação com a história e entende o conteúdo sem perceber que está sendo conduzido a uma decisão de compra.

Além disso, como no subconsciente há a criação de um vínculo afetivo com a campanha, a marca tem a sua imagem melhorada perante a persona — o que possibilita que a sua mensagem seja entendida naturalmente.

Psicologia das cores

A psicologia das cores, que ainda é ou já foi usada por grandes empresas, consiste no entendimento de que o fator visual é um dos que mais influencia o comportamento do público. Portanto, é preciso identificar as cores que devem ser usadas para gerar o impacto desejado nos consumidores.

Gatilhos mentais

Mais uma forma de como aplicar o neuromarketing é por meio dos gatilhos mentais — uma das técnicas mais usadas pelos profissionais de marketing para influenciar uma decisão de compra.

Nesse caso, o objetivo é passar para o consumidor uma informação, subjetiva ou objetiva, que visa gerar em sua cabeça a necessidade ou vontade de consumo. Entre os gatilhos mais usados está o da escassez, em que é passado para o consumidor um senso de urgência com o propósito de acelerar a decisão de compra.

Onde se aprofundar sobre esse assunto?

Se você tem interesse em se aprofundar sobre esse tema, é relevante saber que o neuromarketing e as tendências de consumo para as novas gerações são estudados no curso de pós-graduação digital em Neuromarketing & Consumer Insights.

Essa especialização é ideal para os profissionais que desejam entender como o cérebro integra os sentimentos, pensamentos e comportamentos de compra, para motivar ações que conseguem conquistar, fidelizar e reter consumidores.

Agora que você já sabe como aplicar o neuromarketing, se especialize na área para colocá-lo em prática quanto antes para evitar o ócio criativo e se aperfeiçoar como profissional.

Se você deseja conhecer mais detalhes sobre os cursos de pós-graduação digital da HSM University, entre em contato conosco!

newsletter

Novidades de HSMU por e-mail

Utilizamos seus dados conforme previsto em nossos avisos de privacidade. Você pode cancelar nossa comunicação a qualquer momento. Para saber mais, clique aqui.

Quero indicar um amigo

Entre em contato com a equipe HSM University.