Você sabe como gerenciar uma equipe com diferentes perfis? Isso pode parecer um grande desafio, mas, na verdade, é muito normal. É praticamente impossível encontrar uma equipe totalmente homogênea. E isso é muito positivo!

Ao colocar pessoas com diferentes perfis dentro do mesmo grupo temos a oportunidade de criar uma equipe única. Nela, as habilidades de cada membro servem para equilibrar os desafios que outras pessoas possam ter.

Essa proposta é bem interessante, não é mesmo? Por isso, agora daremos algumas dicas para que você consiga gerenciar uma equipe heterogênea. Confira!

Entenda bem cada colaborador

Antes de tomar qualquer decisão, o primeiro passo para garantir o sucesso na gestão de equipes é estudar o perfil dos seus colaboradores. Você precisa entender cada uma das pessoas, seus pontos fortes e fracos, possibilidades de melhoria, habilidades e competências.

Ao conhecer cada membro da sua equipe, fica mais fácil entender qual função é adequada e qual é inadequada para eles. Além disso, é possível, também, imaginar quais pessoas se completam e quais poderiam entrar em conflito.

Então, mapeie o perfil de todos e anote as informações que encontrar. Esse conteúdo será seu apoio durante o processo de gerenciamento.

Incentive o trabalho em equipe

O ser humano tem um grande problema: nós nos relacionamos com as pessoas em função das semelhanças. Isso significa que se o perfil dos seus colaboradores for muito diferente um do outro, o individualismo reinará.

Para evitar isso, você deve se posicionar como líder e mostrar a importância do trabalho em equipe. Incentive a colaboração, o auxílio, a divisão de tarefas e a integração de processos. Crie o ambiente perfeito para que seus colaboradores possam se apoiar e favorecer o crescimento dos colegas.

Além de encorajar a todos, você também precisa mostrar que tudo que é feito na rotina organizacional é importante e não é porque uma pessoa faz A, e a outra faz B, que uma delas merece maior reconhecimento.

Explore o potencial de cada pessoa

Se você conhece sua equipe, é possível saber qual é o potencial de cada pessoa, correto? Com essa informação podemos imaginar qual seria o desempenho de cada membro nas diversas funções disponíveis.

Então, isso deve ser usado a favor da produtividade. Busque dividir as funções com base nas capacidades de cada pessoa. Não considere apenas as habilidades práticas, mas também o perfil comportamental e a personalidade.

Apenas como exemplo, imagine a seguinte situação: você tem uma pessoa calma e muito boa em tarefas objetivas e outra que é mais agitada, conversa com todo mundo, mas não é muito prática. A primeira provavelmente se daria bem no controle de documentos ou finanças. Já a segunda parece se encaixar como vendedora.

Esse exemplo é muito caricato, mas ele nos ajuda a entender a importância de aproveitar as habilidades individuais.

Viu como gerenciar uma equipe com perfis diferentes pode ser muito benéfico para você, para a empresa e para os colaboradores? É claro que um bom processo de administração de pessoas exige prática e muito tempo dedicado, mas ele é possível de ser feito e os resultados compensam o investimento.

Se você quer melhorar ainda mais o seu conhecimento sobre a gestão de pessoas, leia nosso texto sobre os 5 principais desafios encontrados nessa função!