Em momentos de crise econômica, muitas carreiras sofrem impactos Mas essa não parece ser uma realidade para os cargos de TI. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo (Sindpd-SP), há intenção de novas contratações em 14,5% das empresas consultadas.

Isso só reforça que quem busca como ser desenvolvedor se coloca em vantagem competitiva nos processos seletivos. Com o apoio das dicas que veremos em seguida, as chances de conquistar altos cargos e remunerações acima da média se ampliam bastante. Então, sem mais delongas, vamos a elas!

1. Desenvolva o seu raciocínio lógico

Se tem uma habilidade que não pode faltar nos desenvolvedores é o raciocínio lógico. Sem ele, é praticamente impossível resolver qualquer problema envolvendo a programação. Para seguir nas linhas de código e, de fato, construir sistemas e softwares de acordo com a regra de negócio da empresa, alguns conceitos dessa área são essenciais.

2. Entenda quais são os tipos de desenvolvedores

Para montar o seu plano de carreira, não basta saber somente como ser desenvolvedor de software ou sistemas. É preciso entender que tipo de profissional você quer ser. Isso direciona a sua formação e até mesmo a procura por vagas de emprego. Confira as opções disponíveis:

  • desenvolvedor front end: lida com a parte dos sistemas, software e aplicações que os usuários visualizam;
  • desenvolvedor back end: trabalha com os bastidores, preocupando-se com banco de dados, regras de negócio, segurança e integrações;
  • desenvolvedor full stack: atua em todas as fases de desenvolvimento, com uma visão ampla e sistêmica.

3. Pratique escrever códigos

Principalmente para quem está começando no mercado e quer ser desenvolvedor, praticar é um passo que não pode faltar. Esse hábito ajuda a familiarizar com os códigos, conhecer os erros mais comuns e, consequentemente, encontrar as resoluções com maior facilidade.

4. Procure comunidades de desenvolvedores

Gostar de aprender é uma das qualidades de todo bom desenvolvedor. Para isso, existem diversas comunidades em que esses profissionais trocam experiências, solucionam dúvidas, compartilham materiais de aprendizado etc. Acompanhar esse movimento é uma boa dica para aprimorar seus conhecimentos.

5. Invista em cursos de qualidade

Muitas pessoas vão dizer que é possível aprender a programar sozinho. Porém, é na graduação que você passa a ter uma visão ampla sobre a área em que está se inserindo, além de conhecer as diferentes linguagens de programação, frameworks, metodologias de desenvolvimento e assim por diante.

Também é uma oportunidade de ter contato com profissionais experientes em TI, que podem compartilhar suas vivências, bem como transmitir o conhecimento adquirido no mercado. Os cursos livres e pós-graduação são bem-vindos a fim de torná-lo ainda mais completo para atuar em inúmeras empresas.

6. Aprenda um novo idioma

Quando você se vira em outro idioma além do seu nativo, os benefícios no networking são inegáveis. Para um desenvolvedor, saber ao menos o básico de inglês é essencial. Isso porque essa língua é usada em bibliotecas, nos códigos e até nos artigos sobre as tendências da área. Quem não entende, pode ter sua atuação prejudicada.

Vimos como ser desenvolvedor a partir de investimentos simples e fundamentais para sua carreira em TI. O denominador comum entre elas é a motivação a partir do aprendizado contínuo, que começa com uma graduação. Para se tornar o profissional que o mercado precisa, conte com uma instituição de ensino de excelência.

Venha para a HSM University! Esperamos o seu contato para conhecer as nossas ofertas de curso para desenvolvedores e diferenciais!

Quero indicar um amigo