Sabe aquela sensação de que tudo muda a todo momento? Essa é uma realidade do universo dos negócios, marcado pelo dinamismo, pelo surgimento de novos padrões e tecnologias, e, também, por incertezas.

Estamos falando do conceito de mundo VUCA, utilizado para classificar o contexto de caos e de difícil previsão de cenários que é o ambiente corporativo. Diante disso, é necessário que profissionais e líderes estejam adequados a essa transformação. Mas como se preparar para algo tão complexo?

Se você também tem essa dúvida, não perca o nosso post. Continue a leitura, entenda melhor o mundo VUCA e fique por dentro das habilidades que você vai precisar desenvolver para se sair bem nessa nova era dos negócios!

O que é mundo VUCA?

É uma ideia que teve origem na década de 1990, na época pós-Guerra Fria, e foi utilizada para explicar a complexidade e as incertezas da situação geopolítica mundial.

Em 2008, o mundo VUCA passou a ser aplicado no ambiente dos negócios devido à crise econômica. Por conta da falta de previsibilidade que as empresas enfrentam desde então, o conceito continua bastante atual.

Isso porque estamos falando de um cenário que muda muito rapidamente, exigindo uma nova postura dos profissionais. Fatores como transformação digital nas empresas, alto volume de dados e até o novo comportamento e as novas exigências do consumidor marcam essa nova era, o que obriga a adaptação das organizações para que não fiquem para trás.

Quais são as suas principais características?

VUCA é o acrônimo dos seguintes termos em inglês.

Volatility, ou volatilidade

Sem dúvida, as mudanças que ocorrem no mundo hoje em dia são muito rápidas. E, à medida que tantos acontecimentos se desdobram de maneiras inesperadas, fica cada vez mais complicado determinar causa e efeito.

Um ótimo exemplo disso está nos meios de comunicação. Enquanto o rádio levou quase 40 anos para alcançar uma audiência de 50 milhões de pessoas, a televisão alcançou o mesmo objetivo em 13 anos e a internet em 4 anos.

Uncertainty, ou incerteza

Diante dessa agilidade, é também complicado antecipar eventos ou tentar prever no que eles podem resultar. Atualmente, previsões históricas e experiências que já ocorreram não têm a mesma importância — e quase nunca são aplicáveis ao contexto real.

Por isso, existe uma imensa dificuldade em planejar investimentos, tomar decisões e traçar etapas de crescimento, porque esse trajeto é incerto.

Complexity, ou complexidade

Por causa de tantos detalhes e mudanças, o mundo moderno também está cada vez mais complexo. Cada problema tem uma repercussão muito grande, com camadas e camadas que precisam ser devidamente analisadas, porque não são simples de entender.

E, muitas vezes, elas ainda se misturam, fazendo com que seja quase impossível ter uma visão geral organizada da situação. As decisões se tornam uma rede imensa de possibilidades, e é uma grande responsabilidade escolher o que é certo.

Ambiguity, ou ambiguidade

É fundamental se lembrar de que as realidades de grupos diferentes não são as mesmas. Por isso, padronizar está fora de cogitação, basicamente porque o mundo binário, aquele em preto e branco, deixou de existir. Uma nuance acinzentada também é uma opção.

Somente no Facebook, o usuário tem acesso a pelo menos 56 possibilidades de gênero para definir um público-alvo para seu negócio. É hora de atender as demandas pautadas na diversidade e desafiar sistemas de valores pessoais, sem medo de errar.

Uma boa gestão torna-se, portanto, um desafio, pois estamos diante de um mercado dinâmico, o que torna difícil prever cenários.

Além disso, a velocidade com que as mudanças acontecem exige que as empresas tenham que buscar soluções de forma ágil e inovadora. Assim, abre-se uma oportunidade para a cultura do intraempreendedorismo, de modo que a criatividade das equipes auxilie nos bons resultados do negócio.

Quais habilidades o profissional precisa ter para se dar bem nesse cenário?

Quem quiser crescer na carreira não tem escolha: precisa estar preparado para o mundo VUCA. Dessa maneira, é importante desenvolver algumas competências.

Liderança por propósitos

A primeira habilidade é saber como liderar com propósito, ou seja, tomar decisões de acordo com as estratégias do negócio. É um modelo de gestão que envolve e motiva as equipes, e tem clareza dos propósitos e resultados esperados.

Resiliência

Como os cenários são complexos e mudam constantemente no mundo VUCA, é imperativo que os profissionais consigam trabalhar mesmo com as pressões e incertezas. Assim, a resiliência é necessária para que se possa desenvolver uma postura otimista e enxergar as crises como oportunidade de crescimento.

Visão estratégica

Os profissionais devem estar prontos para os desafios desse universo analisando as possibilidades e riscos dos negócios para, a partir disso, traçar estratégias inovadoras e ganhar mercado.

Pensamento crítico

O pensamento crítico vai ajudar a tomar as melhores decisões. Os profissionais devem, portanto, questionar a realidade e analisar uma situação em diferentes perspectivas para saber o rumo mais adequado que precisam seguir.

Trabalho em equipe

Como estamos lidando com um universo em constante transformação, é preciso unir pessoas de diferentes áreas do conhecimento. Por isso, é indispensável conseguir trabalhar em equipe e se comunicar bem, expondo de modo claro as suas ideias e também sabendo escutar o outro.

Quais os principais desafios do mundo VUCA?

Devido a essas mudanças inevitáveis, muitos desafios surgem no mundo VUCA. E aqui estão os mais importantes para que você reflita a respeito.

Aumento de regulamentações

Como é baseado em crises de diferentes ordens, o mundo VUCA depende de regulamentações e políticas que exigem ações pré-determinadas das organizações. As empresas precisam, cada vez mais, se preocupar com a missão, os valores e a cultura organizacional.

Afinal, elas também são reflexo das transformações do mercado. E é preciso ser respeitável e idôneo para conseguir sobreviver nesse meio.

Falta de mão de obra qualificada

Aquelas profissões tradicionais estão prestes a entrar em extinção. Para acompanhar as necessidades do mercado, novas carreiras surgem, mas ainda há dificuldade em encontrar mão de obra qualificada.

E, quando ela aparece, em geral, tem exigências específicas, que, se não atendidas, resultam em uma troca de companhia. Por isso, as empresas já pensam em novas estratégias de retenção de talentos, captação e desenvolvimento.

Estilo de liderança

É preciso se preocupar com a formação de liderança eficaz. Nada de focar modelos autocráticos e imperativos, porque esse distanciamento da equipe não funciona mais. Agora, é essencial focar lideranças fortes, que tenham a capacidade de lançar um olhar global a todos os cenários da empresa.

O mundo VUCA traz uma série de desafios para os profissionais. Diante das rápidas mudanças e incertezas, o melhor caminho é investir no aprendizado, com a realização de cursos de qualidade que o mantenham atualizados.

Você conhecia esse conceito? Para aprender mais sobre ele e outros assuntos relacionados, siga nossas páginas no LinkedIn, no Facebook, no YouTube, no Twitter e no Instagram!