Você sabe por que projetos ágeis têm sido tão utilizados nas empresas? Conseguir entregar produtos e serviços com maior valor para os clientes é um dos principais objetivos das empresas. Nesse sentido, passar a imagem de velocidade e de atendimento rápido nas demandas é fundamental.

Neste texto, você entenderá como os projetos ágeis atendem a esse objetivo e quais são os seus principais tipos. Além disso, descobrirá por que o profissional desse ramo é tão procurado no mercado.

Quer entender se vale a pena se transformar em um profissional da área? Então, entenda mais sobre o assunto e saiba por que essa é uma nova tendência profissional. Boa leitura!

O que são metodologias ágeis?

Metodologia ágil é uma maneira para fazer com que as entregas sejam aceleradas durante o desenvolvimento dos projetos. Isso acontece a partir do fracionamento das entregas, utilizando times que sejam auto-organizados e que tenham Inteligência Coletiva. Com equipes multidisciplinares, há metas estabelecidas em cada fase até que o projeto seja completamente entregue.

Vale lembrar que as metodologias ágeis não significam que o projeto será entregue mais rapidamente. Diferentemente disso, as entregas são parciais e incrementais, o que faz com que o valor seja entregue mais rápido para os clientes.

Quais são os tipos de metodologias ágeis?

Existem diversas categorias de projetos ágeis. Veja abaixo os principais tipos.

Scrum

O Scrum é um dos métodos ágeis mais utilizados. Um dos motivos para isso é a capacidade para ele ser integrado a outros métodos ágeis facilmente. Ele pode ser aplicado ao desenvolvimento de softwares, bem como a outros tipos de trabalho. Sendo assim, ele é mais focado na gestão do projeto, tendo como princípio o planejamento incremental e iterativo (ou seja, em ciclos constantes). As suas fases são chamadas de sprints.

Dynamic System Development Model (DSDM)

O DSDM é um dos métodos ágeis pioneiros tanto no desenvolvimento de projetos quanto no ramo tecnológico. Ele é mais aplicado a projetos que tenham prazos curtos e orçamento fixo, considerando que o consumidor não sabe qual será o custo final.

Entre as práticas, pode-se destacar:

  • o desenvolvimento iterativo e incremental;
  • colaboração entre equipe e cliente;
  • integração de funcionalidades.

O que realmente difere o DSDM de outros métodos ágeis é a estrutura composta por processos de modelagem que permitem que as funcionalidades mudem, desde que os prazos de execução sejam mantidos.

Feature Driven Development (FDD)

O método ágil reúne várias das melhores práticas encontradas em outros métodos. Uma das bases do funcionamento dele é o foco nas funcionalidades, permitindo que a equipe de projeto realize planejamento por fases, ou seja, incremental. É indicado em ambientes em que a incerteza é inevitável, fazendo com que mudanças sejam necessárias.

As melhores práticas do FDD para gerenciamento de projetos são:

  • desenvolver funcionalidades;
  • contar com apenas um programador por funcionalidade desenvolvida;
  • controlar a qualidade em todas as fases do projeto;
  • gerenciar as configurações;
  • integrar continuamente as funcionalidades;
  • testar o software;
  • realizar o planejamento incremental.

Design Sprint

Desenvolvido pela Google Ventures, é focado nos testes acelerados de ideias que estão em um estágio primário de desenvolvimento. O procedimento de 5 dias descobre se a ideia é boa antes que todo o processo de desenvolvimento seja realizado, encurtando-o para cerca de 40 horas.

Kanban

A metodologia propõe que cartões (ou mesmo post-its) sejam utilizados em quadros para que seja possível indicar e acompanhar, de maneira prática e com poucos recursos, os fluxos de produção na empresa.

Em um lado, devem ficar as tarefas que precisam ser executadas. Do outro, as principais tarefas de execução que estão em andamento e entregues. De acordo com o avanço das tarefas, o cartão é colocado no campo correspondente ao atual status da tarefa.

Por que se tornar um profissional da área?

Com o avanço da tecnologia e a transformação digital, o mercado procura por profissionais que possam fazer entregas focando nos benefícios que os clientes terão, de maneira incremental. Dessa forma, o cliente já vai experimentando as entregas que são realizadas. Além disso, em um momento em que a experiência do cliente é tão importante, ter profissionais que possam aumentar a sensação de agilidade para eles é fundamental.

Agora que você sabe por que os projetos ágeis têm se tornado tão importantes para as empresas e clientes, é a hora de investir na área e se tornar um profissional procurado pelo mercado. Por isso, pesquise pelos melhores treinamentos e cursos para torná-lo apto a ocupar as vagas disponíveis pelo mercado.

Você quer receber mais dicas sobre carreira e novas tecnologias do mercado de trabalho? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter e mantenha-se atualizado!